turismo

¡Río de nu!

07 de noviembre de 2017

El proyecto del río de NU. visitar la isla del sol el primer Club nudista de Brasil y también la playa naturista de albaricoque fueron 4 días de muchas de muchas actividades.

R10

Já na quinta feira visitamos a Praia do Abricó onde passamos horas agradáveis em companhia dos nossos amigos cariocas e participamos de um Luau com direito a mesa de frutas e muitas guloseimas, pois também comemoramos o aniversário do Nathan.

Visita a Ilha do Sol

Na Sexta pela manhã fomos até a Baia de Guanabara onde pegamos um barco em direção a Ilha do Sol onde viveu Dora Vivacqua (Luz del Fuego), lá visitamos a casa onde viveu Luz del Fuego que infelizmente só ficou as ruinas, abaixo ainda existe o bar que ela comandava e tirava seu sustento confira um pouco de sua história:

Luz del Fuego, nome artístico de Dora Vivacqua (1917-1967), foi uma bailarina, naturista e feminista brasileira. Dora foi a décima quinta filha de Etelvina e Antonio Vivacqua, de famílias oriundas da imigração italiana no Espírito Santo. Nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo, no dia 21 de fevereiro de 1917, nasceu na madrugada de uma segunda-feira de carnaval.

Com a Thelma, Marcelo do SPNat e Rai
Pedro Ribeiro presidente da FBrN
Com o amigo Pedro Ribeiro do Jornal Olho Nu e presidente da FBrN- Federação Brasileira de Naturismo
Terezinha Aguiar
Terezinha e Elisangela presidente da ANABRICÓ
Ilha do Sol
Vista do Bar da Luz del Fuego
Simone Rodrigues da Exotic Tour
Terezinha e sua cobra
A Luz del Fuego baixou na Terezinha rsrs.....
Na foto Marcelo, Rai, Rogerio, Paula Duarte, Wolkman e eu
Com o amigo Emanuel
Simone, Emanuel e Celso Genaro
A turma do SPNat
Celso Costa e Simone Rodrigues
Pedro Ribeiro, Emanuel, Celso Genaro e Simone Rodrique
Bolo dos aniversáriantes do mês

A bela com curvas esculturais tinha um affair com o então ministro da marinha, que babava em seus shows, principalmente quando ela dançava enrolada em uma jiboia. O ministro não resistiu ao pedido Luz e presenteou-a com a ilha de Tapuma de Dentro, para que pudesse se isolar e andar nua em pêlo pelas águas até então não poluídas do lugar, formando assim o primeiro Clube Naturista da América Latina e rebatizou como Ilha do Sol, situada próximo à Praia do Zumbi, em São Gonçalo.

A nudez total era obrigatória na Ilha do Sol. Ninguém, nem mesmo autoridades e personalidades podiam entrar na ilha sem deixar toda e qualquer peça de roupas ainda no píer. As roupas deviam ser deixadas na entrada, junto ao pequeno cais de madeira. Era terminantemente proibido levar bebidas alcoólicas, proferir palavrões ou praticar sexo na colônia.

R4

A Ilha do Sol passou a ser uma das grandes atrações do Rio de Janeiro, apesar de não fazer parte dos roteiros turísticos oficiais. Várias estrelas do cinema americano conheceram a ilha: Errol Flynn, Lana Turner, Ava Gardner, Tyrone Powel, César Romero, Glenn Ford, Brigitte Bardot e Steve MacQueen, que encerrou sua temporada de uma semana na ilha depois de acordar com uma das jibóias de Luz sobre seu peito. Em 1959, a loiríssima Jayne Mansfield e seu marido aportaram na ilha, mas foram proibidos de descer pois Jayne não queria ficar nua.

Nos anos 60, Luz Del Fuego passou a viver definitivamente na Ilha do Sol. Com suas reservas financeiras terminando e a idade chegando, o mito começou a desaparecer. Já não tinha mais relacionamentos com homens influentes e ricos e passou então a se envolver com homens pobres, bem distantes do seu nível social. No dia 19 de julho de 1967, vítima de uma emboscada, Luz Del “Fuego” e seu vigia Edgar foram brutalmente assassinados e jogados no fundo da baía de Guanabara.

R29

Infelizmente na visita a Ilha constatamos o abandono do local tudo esta se deteriorando, se nenhuma providência for tomada daqui alguns anos não restara mais nada desta importante memoria do Naturismo brasileiro, há um movimento para transformar a Ilha num memorial a Luz del Fuego resgatando assim a história do ínicio do Naturismo no Brasil, mesmo em ruínas nos sentimos emocionados durante a visita, ali resgatamos um pouco da história desta grande mulher que viveu a frente de seu tempo.

R16

Esperamos que o Projeto NU Rio! não fique por aqui e que possamos fazer o Nu Rio 2, 3 …., organizando mutirões para limpeza da Ilha promovermos pintura corporal e quem sabe até uma seção de Yoga Naturista na Ilha do Sol.

No sábado pela manhã após o cafe retornamos a Praia Naturista do Abricó, onde passamos mais um dia super agradável em companhia de tantos amigos, até joguei uma partida de peteca na praia rsrs……é importante ressaltar que nos anos 1.950 Luz e seu grupo frequentavam a Praia do Abricó. A Praia do Abricó localizada dentro do Parque Municipal de Grumari, após a Prainha e junto a praia de Grumari, é atualmente a única praia destinada à prática do naturismo na cidade do Rio de Janeiro. Está afiliada oficialmente à Federação Brasileira de Naturismo (FBrN). Desde a década de 1940 os cariocas utilizam as areias do Abricó para a vivência do Naturismo.

Por Celso Costa, editora N

Equipe OS NATURISTAS