A Cultura do Corpo Livre
Publicado por Os Naturistas

A Cultura do Corpo Livre

Não se assuste se estiver passeando pela Alemanha e se deparar com várias pessoas praticando naturismo em locais públicos, existe um movimento que se chama : Cultura do corpo livre ou em alemão Freikörperkultur abreviado como FKK.




cr1

Em Berlim, por exemplo, é bem inusitado encontrar pessoas peladas ao visitar pontos turísticos na cidade.No parque da cidade, chamado de “Tiergarten”, existe uma área de FKK. E por incrível que pareça, ela fica bem a vista. Todos os turistas que passam perto do monumento “Obelisco da Vitória”, chamado em alemão de Siegessäule verão várias pessoas de qualquer idade, muitas vezes famílias inteiras tomando sol pelados no gramado do parque.

O gramado fica á vista não só para as pessoas que passam para visitar o monumento, mas também para todos aqueles que passam de carro, a pé ou até mesmo de bicicleta pela grande avenida que passa em frente a este gramado, como vocês podem ver na foto abaixo tirada nesse parque.

Parece estranho, não ? Para turistas de países muito conservadores como o nosso, pode parecer loucura, mas ao morar na cidade e começar a entender a ideia do movimento e depois de passar um inverno na Alemanha, é fazer um pouco de sol que queremos mesmo é correr para o parque e tirar tudo mesmo para aproveitar o sol.

É importante lembrar que esse movimento não tem nenhum intuito sexual, nele participam pessoas de qualquer idade e sexo.

cr2

É obrigado a ficar nu ?

Depende do lugar, em lugares públicos no caso do parque é opcional, é muito comum encontrar pessoas com roupas de banho ou bermudas. Entretanto, existem lugares fechados, especificamente para praticantes do FKK(naturistmo) onde pode ser obrigatório.

Na “praia” do lago Wannsee em Berlim, a praia é divida entre os banhistas com roupa e os do movimento FKK.Os dois lados são separados por uma espécie de biombo.

E você, o que acha do movimento FKK ?  Em uma viagem para Alemanha, entraria no clima ?

Original aqui, veja outra matéria sobre o FKK aqui.

Editora N

PE5

 

 

 

 

Equipe OS NATURISTAS