Anuncio para promover a imagem do corpo positivo foi considerada ofensiva
Publicado por Os Naturistas

Anuncio para promover a imagem do corpo positivo foi considerada ofensiva

A mais recente campanha GO NAKED  (Vá Nu) da Lush Cosméticos tem levado muitas pessoas a interceder a favor da empresa.

1

A Lush uma empresa de cosméticos promoveu uma campanha publicitária para promover a imagem corporal positiva e livre de cosméticos embalagem foi considerada “ofensiva” e “de natureza pornográfica.  A polemica começou num shopping de Queensland na Austrália, devido ao cartaz que foi colocado no nível dos olhos de uma criança.

A Advertising Standards Bureau confirmou a queixa após confirmar seu efeito sobre a comunidade local. No total, foram quatro queixas oficiais ao ASB, com uma amostra do anúncio. “Ele foi colocado ao nível dos olhos de uma criança em um shopping center. Ele mostra mulheres nuas tocando outras mulheres nuas e é mostrado em um lugar público”. Dizia a reclamação “Eu estou ofendido, pois esta é a nudez é ofensiva e desnecessária. Eu era incapaz de proteger os meus filhos da exposição do anúncio fixado no corredor central do shopping”.

2

Quando contatamos a Lush disseram que as mulheres na foto haviam consentido que as imagens fossem expostas e que isto era bom para aceitação da imagem corporal.  “Sinto muito, mas eu nunca consenti para mim ou meus filho sermos  expostos a nudez na nossa compra semanal! A nudez é completamente inadequada para o ambiente familiar do centro comercial “.

Ao considerar o caso, o ASB trouxe dois outros anúncios que resultaram em queixas semelhantes. A campanha do perfume Black Orchid de Tom Ford e da  PZ Cussons ‘Fonte Natural para lavagem do corpo”  também foram discutidos pela ASB.

8

No caso da  PZ Cussons,  eles consideraram que o  respectivo texto do anúncio, com a combinação das plantas da árvore do chá e do homem em seu estado natural estavam dentro do contexto.

No entanto, o anúncio de  Tom Ford  colocado dentro de uma loja de departamentos e a possibilidade de que a tela seria visualizada pelas crianças causou a mesma polemica, semelhante ao caso dos cosméticos Lush.

Lançada em agosto, a campanha Go Naked teve com centenas de comentários positivos, aplaudindo a marca por sua inovação e vontade de mostrar fotos de mulheres “reais”.

Lush respondeu às queixas em comunicado à BuzzFeed News, dizendo que a campanha foi concebida para destacar a embalagem excessiva utilizada para produtos na indústria, bem como promover a positividade corpo.

4

“A imagem na vitrine é uma referência ao corpo-positiva  e de forma alguma a intenção é de causar qualquer ofensa, disseram . “As mulheres nas imagens são membros da equipe da Lush, que sentiram fortemente solidárias sobre esta questão e se voluntariaram para fazer parte da nossa campanha para destacar esta questão importante.”

“As fotos não foram tiradas para excitar, mas sim com o máximo respeito para com estes seres humanos maravilhosos e seu compromisso com esta causa. A imagem é completamente intocada, passando a mensagem de que não devemos ter vergonha de nossos corpos em seu estado natural, e que cada um de nós somos  belos  na nossa diversidade, independentemente da cor, forma ou tamanho.  A ASB notificou a Lush Cosméticos sobre as  três queixas apresentadas pelo  público em geral que viu os anúncios.

Uma das modelos que posou para a campanha e funcionária da  Lush Courtney Fry (no centro da foto abaixo) disse ao BuzzFeed  que ela viu alguns comentários negativos, mas a maior parte do feedbacks foi “absolutamente positiva”.

5

” Sempre vai haver  pessoas que não concordam com a gente, OK”, disse ela. “Todos tem o direito  a ter os seus próprios pensamentos e sentimentos, e a única coisa que podemos esperar fazer é dar-lhes alguma informação e educação sobre algo que pode desafiar o seu pensamento.”

Fry cresceu e  passou pela adolescência, com padrões de beleza irrealistas e sentindo o efeito que tinha sobre ela.

“Eu tive problemas com o meu corpo na maior parte da minha vida e fazendo algo que estava fora da minha zona de conforto foi um grande passo para mim se sentir mais confiante.

Eu me tornei  muito mais confiante em relação ao meu corpo mesmo com os defeitos e todas as  falhas, e eu acho que isso é uma coisa verdadeiramente libertadora”

Segundo a BuzzFeed, ainda com a decisão em curso, a Lush resolveu remover as imagens da campanha da loja de Queensland cinco dias mais cedo.

6

“Nós também tivemos pedidos de clientes para continuar a campanha na loja e muitos pediram para posar também pois a campanha ajudariam seus filhos crescerem sentindo que seus corpos é  natural e normal e não algo para se envergonhar.

O diretor australiano da Lush Cosméticos, Peta Granger, disse que a decisão da ASB não afetara a maneira de como eles anuncirão no futuro.

“Queremos que as nossas mensagens capacitem as pessoas, e não fazê-los sentir terrível sobre si mesmos vendo imagens  de um corpo que provavelmente não é sempre real, devido ao quanto ele foi digitalmente modificado.

Informações aqui, tradução livre Editora N

1

 

 

 

Equipe OS NATURISTAS