Propaganda e nudez
Publicado por Os Naturistas

Propaganda e nudez

O grande desafio do empresário, do anunciante ou do publicitário é chamar a atenção para um produto ou serviço, principalmente em meio a uma avalanche de informação.

Alguns optam pelo caminho aparentemente mais simples o nu. Curiosamente, a nudez de algumas campanhas acaba sendo a forma mais fácil de obter a atenção imediata do público.

Não é raro que em comerciais de perfumes, sabonetes, cremes hidratantes e roupas íntimas sejam mostradas silhuetas de corpos sarados para despertar o interesse do consumidor. Não há nada de irregular nos anúncios que mostram a pele desnuda de modelos, sejam homens ou mulheres, e que apenas contextualizam o produto.

A campanha de 2001 da Galerias Lafayette, em Paris, com a modelo Laetitia Casta, (foto em destaque acima) fotografada por Jean-Paul Goude. causou diversas manifestações de repúdio à campanha que se espalharam nas redes sociais, obrigando a Galerias Lafayette a trocar de agência.

 

Bronzeador Coppertone

Muitos comerciais que eram exibidos nas décadas de 80 e 90, com certeza não seriam exibidos nos dias atuais, de lá para cá muita coisa mudou, quem não se lembra do comercial da coppertone,  lançado em 1990, o vídeo tinha como título “moda praia” mostra modelos de ambos sexos dançando totalmente nus enaltecendo as marcas de bronzeado. Apesar dos modelos permanecerem de costas quando eram enquadrados em plano aberto, a nudez frontal é rapidamente vista algumas vezes em meio aos movimentos da coreografia.

 

Presunto Richmond Ham

Outro comercial  polêmico que deu o que falar no Reino Unido foi o  do presunto “Richmond Ham”, modelos aparecem completamente pelados em um piquenique ao ar livre. As imagens receberam diversas críticas negativas e até pedidos para ser retiradas do ar. A agência responsável pela ação, porém, alega que a nudez foi usada para justificar o objetivo da campanha em promover o presunto, que segundo a empresa, é feito com “ingredientes 100% naturais do Reino Unido”. O comercial só omite um pequeno detalhe: o presunto, na verdade, é produzido na Irlanda.

 

 

Pour Homme da Lacoste

O comercial do perfume Pour Homme da Lacoste, mostra um homem que pula da cama nu, passa por vários troféus numa sala, e senta numa poltrona com uma xícara de café, e esta seguro de si, deste jeito, usando apenas o perfume. Trata-se de um perfume feito para homens finos, maduros, elegantes e distintos.

 

Abertura da Novela Pantanal

Nani Venâncio ganhou fama em 1990 ao aparecer nua na abertura da novela Pantanal que foi um marco da TV brasileira. Pela primeira vez, uma novela era praticamente toda gravada em externas, fazendo de sua paisagem um personagem importante da história. Mérito não apenas do autor, Benedito Ruy Barbosa, um perito em tramas rurais, como também do diretor Jayme Monjardim, que conseguia extrair poesia das belas imagens mostradas. Além disso, a trama apostava fundo na nudez, com muitos corpos despidos em banhos de rio. O pioneirismo agradou o público, e Pantanal alcançou índices de audiência inimagináveis para a Manchete, batendo nos 40 pontos no Ibope.

 

Sorvetes Kibon

O anúncio da Kibon exibe na TV cenas de prazer explícito em uma praia de nudismo. A imagem que choca até os nudistas que estão no local é a que mostra um casal de jovens nus tomando um singelo sorvete.

O enredo do comercial é simples, mas sua execução foi bastante complexa. A equipe era composta por 36 técnicos, 40 figurantes e 20 modelos.

As filmagens foram feitas durante sete dias na praia de Galhetas, em São Sebastião, e na praia Brava de Caraguatatuba, ambas no litoral norte de São Paulo.

Os figurantes eram 40 sócios de um clube de naturismo. Nos primeiros dias de gravação, a convivência deles com o resto da equipe criou alguns embaraços, mas, no final, a integração era total. Havia até um técnico pensando em aderir ao nudismo.

Segundo o publicitário Raul Dória, 33, da produtora Cine, responsável pela execução do filme, o mais difícil foi “controlar o incontrolável”. “O clima instável da região só nos permitia filmar durante duas ou três horas por dia, o que ocupou a equipe por uma semana inteira para rodar um comercial que dura apenas 30 segundos”.

 

Toalhas Artex

Esse comercial das toalhas Artex criado pela DPZ deu o que falar no Brasil todo! Abordava pela primeira vez, a nudez masculina como carro-chefe! Nunca uma propaganda foi tão ousada…… e em pleno horário nobre da TV!

 

 

Margarina Mila

Um dos clássicos da propaganda, o anúncio da Margarina Mila foi um sucesso quando foi veiculado. Um dos responsáveis pela criação foi Juvenal Azevedo.

Como reagiria a sociedade se este comercial fosse exibido nos dias de hoje? Creio que naquela época não havia a maldade que existe hoje. Hoje, não vejo a mínima possibilidade de um anúncio nestes termos conseguir a aprovação sequer do próprio cliente. Se conseguisse, as carolas de plantão fariam uma fogueira de margarinas na frente dos supermercados e haveria uma campanha virtual internacional de boicote ao produto.

 

Abertura da novela Brega & Chic

A abertura da novela causou bastante polêmica em 1987,  começando pela abertura exibida. Nela, o modelo Vinícius Manne aparecia com as nádegas à mostra. Após a reclamação de telespectadores mais conservadores, o governo Federal exigiu que fosse colocada uma folha de parreira sobre o traseiro do modelo. Feito isso, novos protestos surgiram em prol da nudez, e acusação de censura. Então o Ministro da Justiça (que na época era Paulo Brossard) liberou a abertura original. Será exibida na íntegra pelo Canal Viva a partir de 19 de fevereiro de 2020.

Somos contra a nudez, ainda que parcial, sem nenhum contexto com o produto, é apenas objetificação do corpo, ou seja, o corpo exibido no anúncio não é de uma pessoa, mas apenas de coisas, adereços, adornos utilizados para despertar a atenção do público, por meio da instigação da libido.

Somos a favor da nudez sem conotação sexual e que esteja em contexto com o produto anunciado, afinal não há nada de imoral no corpo humano.

Por Celso Costa, editora N

Equipe OS NATURISTAS

Quer ler mais artigos como este?, faça sua assinatura, clicando aqui,  e tenha acesso a todo conteúdo exclusivo, pague com sua conta do PayPal ou PagSeguro