sua-saude

Saiba como perder o medo de ficar nu

2 Outubro 2017

A gimnofobia é a aversão à nudez, que acarreta no medo de ficar nu, mesmo em situações onde isso é aceitável socialmente, como o sexo.




MN1

Essa fobia geralmente nasce de um sentimento de inadequação que a pessoa tem em relação ao seu tipo físico, que não está de acordo com o biotipo de beleza veiculado pela mídia. Para superar esse problema, há algumas maneiras que podem fazer a pessoa se sentir mais à vontade consigo mesma.

Aceite-se e perca o medo de ficar nu

Para começar, questione-se, tentando descobrir de onde vem o seu medo de ficar nu. Há muita gente que houve, desde nova, que “devemos cobrir nossas vergonhas”. Mas você consegue entender porque elas são vergonhosas? Tudo começa na sua mente – assim que você ultrapassar essa barreira, uma porta será aberta.

Feito isso, tire um tempo pra você, para se admirar. Fique nu em frente ao espelho e se saboreie, observando todas as suas qualidades e criando intimidade com você mesmo. Adicione uma dança a esses momentos, descontraia-se. Talvez não seja fácil das primeiras vezes, mas não desista e aprenda a valorizar a beleza que tem.

Intimidade no sexo é fundamental

Depois que já tiver superado o medo de ficar nu sozinho, é hora de começar a dar os primeiros passos com sua parceira. Troque a escuridão de sempre por luzes fracas, da cor que preferir. Além de criar um clima todo especial, esse jogo de luzes começará a revelar sua nudez de uma maneira nova, recatada, mas que já vai dar um clima todo especial ao momento.

Nesse caso, o ambiente como um todo pode fazer toda a diferença. Não prepare só uma iluminação diferenciada, mas a temperatura, por exemplo, ou o próprio lugar. Pense naquilo que o fará sentir mais seguro. Quanto mais você se sentir a vontade em seu próprio habitat, mais natural será se despir.

Claro que você não deixará de ter vergonha do dia para a noite, tudo faz parte de um processo. Brincar com as toalhas também é uma boa maneira de ir perdendo a vergonha de ficar pelado na frente do par. Na hora do romance, deixem cair, peça por peça, sem pressão.

MN3

Mudanças no seu corpo podem originar o medo de ficar nu

Talvez você nunca teve problemas com a nudez e seu medo de ficar nu tenha aparecido depois de algum tempo. Pense e descubra quando foi que isso aconteceu. É provável que ele tenha aparecido após uma mudança no seu corpo, como o ganho de peso, por exemplo. Essa fobia aparece pelo entendimento de que sua parceira não o desejará mais devido a essa mudança.

É aí que entra o papel das companheiras e do diálogo na superação desse mal. Converse com sua cônjuge, compartilhando seu anseios, pois é possível que ela esteja pensando que o problema seja referente ao corpo dela. Conversando vocês irão perceber que seu relacionamento tem uma base mais sólida do que imaginavam.

Se, depois de todas essas tentativas, você ainda não tiver perdido o medo de ficar nu, é recomendável que se procure um terapeuta ou psicólogo. Remédios que diminuem a ansiedade também tem efeito positivo. Mas lembre sempre que o importante é se gostar e, a partir daí, dividir sua beleza com a parceira não será problema nenhum.

Via Fortissima, editora N

Equipe OS NATURISTAS