Olimpíadas na Colina do Sol
Publicado por Os Naturistas

Olimpíadas na Colina do Sol

Foram realizados entre os dias 25 e 27 de março na Colina do Sol, o XI Encontro Brasileiro de Naturismo e os Jogos Olímpicos Naturistas.

9

O primeiro dia do XI Encontro Brasileiro de Naturismo foi de muita chuva e frio, na Colina do Sol, o que deixou muita gente frustrada, mas que não teve peso para abalar a beleza do lugar. A abertura marcada para as 18 horas, começou com meia hora de atraso. O secretário Leonardo Spíndola convidou os presentes na sala de reuniões do Clube Naturista para assistirem à cerimônia e convocou Celso Rossi, Etacir Manske, Renata Freire e Pedro Ribeiro para comporem a mesa diretora.

Foi então solicitada a todos a cantoria do Hino Nacional Brasileiro, mesmo sem acompanhamento musical. Após, Pedro Ribeiro, Vice-presidente da FBrN deu por aberto oficialmente o evento, ressaltando a importância das pessoas participarem fisicamente dos encontros naturistas, e de não se limitarem a participação no Naturismo somente em grupos virtuais. Convidou os presentes a participarem dos próximos eventos oficiais, o Encontro Naturista Norte-Nordeste, o Tambaba Open de Surf e o CongreNAT, sem deixarem também de prestigiar os encontros físicos de suas próprias organizações.

O primeiro compromisso do evento foi a assembleia não deliberativa, onde os presentes puderam discutir assuntos polêmicos de interesse do Naturismo. Foram determinadas regras para possibilitar uma melhor dinâmica dos debates e estipulou que seriam seis temas, com vinte minutos no máximo para cada um, sendo que cada participante que quisesse falar teriam apenas para expor sua ideia, concordar e discordar totalizando duas horas de duração. Na prática, no entanto,devido aos interesses despertados só foi possível debater três dos assuntos previstos com algumas sugestões apresentadas, que serão debatidas no próximo ENNN em outubro:

Desburocratizar o modo de associar novos membros nas associações filiadas, com o intuito de possibilitar um maior número de pessoas associadas, mas que não prejudicassem a segurança da área filiada. Foi muito debatido mas nenhuma sugestão consensual apresentada para resolver os impasses. O tema foi interrompido por ter ultrapassado seu limite de tempo para discussão.

Facilitar a entrada de jovens que procuram o Naturismo com isenção de algumas taxas associativas como estímulo. Debate também foi muito acirrado, sendo expostas queixas a respeito do uso do cartão INF e da falta de utilidade dele. Houve acordo que algo assim poderia ser tentado de maneira espontânea antes de virar uma norma da FBrN.

This slideshow requires JavaScript.

 

O terceiro tema discutido foi a questão sobre os selos INF destinados a entidades não associativas ou somente com fins comerciais. a questão era se essas entidades teriam ou não de repassar esses selos adiante, agindo da mesma forma que as entidades associativas. Houve visões antagônicas nos debates.

Uns defendiam que a distribuição dos selos a qualquer um traria ao Naturismo pessoas não qualificadas, que poderiam procurar o estilo de vida com ideias pervertidas e já receberiam os selos sem precisar ter passado por qualquer área naturista anteriormente, onde o indivíduo teria a chance de conhecer e vivenciar o Naturismo de forma saudável e rica.

Outros defenderam que após o indivíduo receber o selo ele poderia ser excluído do convívio naturista se não se adequasse às regras e normas e que nem todo mundo que frequenta área naturista realmente o é. Calorosos debates se seguiram e novamente não houve consenso. Mas dessa vez foi percebida um tendência maior a permitir a essas instituições não associativas ou somente com fins comerciais a continuarem emitindo os selos.

Por causa do avançado da hora, esta fase do trabalho foi encerrada às 21 h. Os temas previstos “comportamento sexual nas áreas públicas naturistas”; “Filmagens e fotografias nas áreas naturistas” e “Demora de soluções de problemas de ordem ética pala FBrN” não foram debatidos.

As duas modalidades esportivas previstas (jogos de dominó e de xadrez) para ocorrerem após os debates também foram suspensas pelo avançado da hora. Em vez disso em baixo de muita chuva todos se dirigiram ao restaurante da Colina para saborear os pratos do dia e terem o primeiro momento de confraternização.

A manhã de sábado se apresentou ainda com muita chuva e frio que foi se dissipando um pouco no decorrer das horas. No momento da primeira modalidade esportiva externa, prevista para começar às 9 horas da manhã, já brilhava um sol tímido, que foi se fortalecendo aos poucos.

Por volta das 11 horas já estava queimando aqueles que não passaram protetor solar. Nestes momentos rolavam os jogos de vôlei de areia com quatro duplas formadas por sorteio entre os inscritos, que tiveram que se enfrentar vários momentos até haver uma colocação geral. A disputa foi muito equilibrada e de bom nível técnico.

Foi vencida pela dupla Enderson, de Porto Alegre, não filiado a qualquer entidade naturista e Márcio, de Cuiabá, filiado à Brasil Naturista. Em segunda posição ficaram os jogadores Alex Sandro, da SONATA e Leonardo, do GNC. As duplas Marcelito e Tuca e Elenice e Cíndia, todos da Colina do Sol empataram em terceiro lugar.

As provas de remo e natação, que seriam realizadas à tarde, foram suspensas por não haverem inscritos. Às 17 horas foram realizadas em sequência as provas de Ping-pong, cujo único inscrito e vencedor por w.o. foi Neucedir, de Niterói, no RJ, filiado ao SPNAT e Canastra, também com único inscrito, Rogério, do Rio de Janeiro associado da ANAbricó, considerado também vencedor. A prova de Futebol Totó foram disputadas pelas duplas Marcelito e Kauê, vencedora, e Verônica e Guilherme, em segundo lugar. Todos associados da Colina do Sol.

Na quadra de areia foi disputada a partida de futebol com dois times inscritos. O vencedor foi o trio Marcelito, Vanderlei e Kauê contra o trio Guilherme, Eta e Thiago, todos da Colina do Sol, com exceção de Thiago, não filiado a qualquer entidade.

Depois foi a vez da disputa de Dominó entre Pedro, da ANAbricó, do Rio de Janeiro e Celso, do SPNAT, de São Paulo, vencida pelo primeiro. Última modalidade do dia. Não houve inscrito para a modalidade xadrez.

Mais tarde no jantar de confraternização, com muita música e gente no restaurante da Colina, foram entregues as medalhas de “ouro”, “prata” e “bronze” aos atletas vencedores das provas realizadas neste sábado numa cerimônia descontraída apresentada pelo vice-presidente da FBrN,Pedro Ribeiro.

O domingo amanheceu ensolarado, mas variou entre nublado e menos nublado todo o tempo. A prova de corrida rústica foi a primeira do dia e foi disputada entre os atletas Etacir, Kauê, e Francisco da Colina do Sol e Norberto, do NATCop, de Baurú. A prova foi vencida por Etacir com uma boa dianteira.

A segunda e última prova do evento foi o jogo de peteca, disputada por Verônica, da Colina do Sol, a vencedora, Pedro Ribeiro, da ANAbricó, em segundo e Kauê, da Colina do Sol, em terceiro. Após uma partida de vôlei reuniu oito atletas sem compromisso de medalha.

Às treze horas o Almoço de confraternização encerrou o evento. Aqui foram entregues as outras medalhas para os atletas vencedores das modalidades de hoje, além das homenagens especiais promovidas pela instituição anfitriã, a Colina do Sol.

Em seguida a FBrN fez o discurso de despedida na voz de seu diretor secretário Leonardo Spíndola, que lamentou a pouca participação dos associados da Colina do Sol durante todo o evento, mas ressaltou que gostaria de vê-los participando de outros eventos oficiais da FBrN durante todo o ano.

Muitos folders foram distribuídos com informações da Federação Brasileira de Naturismo a todos os presentes e, em especial, aos representantes das associações filiadas que deveriam levar muitos exemplares para serem distribuídos adiante para todos os futuros naturistas.

 Por Pedro Ribeiro do Jornal Olho Nu

 Editora N

Equipe OS NATURISTAS